A evolução do esquerdista Ludwig Krippahl

O Ludwig Krippahl tem vindo a “evoluir” (¿ou a “involuir”?!). Basta pesquisarmos o termo “Ludwig Krippahl” neste blogue para verificarmos a evolução (¿darwiniana?) da forma de pensar dele.

Por exemplo: o Ludwig Krippahl candidatou-se a deputado pelo partido LIVRE em 2015, e hoje já “diz cobras e lagartos” do LIVRE.

Ademais, o Ludwig Krippahl sempre defendeu a ideia segundo a qual “o Estado deveria condicionar a maneira de ser das pessoas” — embora de uma maneira negativa (liberdade negativa) e sem deixar impressões digitais; mas, agora, o Ludwig Krippahl já critica o “condicionamento da maneira de ser das pessoas” por parte do Estado.

Não tarda muito, o Ludwig Krippahl passa a ter o rótulo de “extrema-direita”.