Os Estados Unidos e a invasão interna dos bárbaros

A Roma antiga divide-se historicamente em dois períodos: o período da república (até Júlio César), e o período do império (que acabou com a queda de Roma às mãos dos bárbaros). Em ambos os períodos, o ouro, a prata e o cobre foram utilizados na cunhagem de moeda.

Porém, depois do século II d.C., iniciou-se um longo processo de destruição da moeda romana, o que gerou uma inflação sistémica e continuada. Os imperadores romanos começaram então a misturar o ouro com prata e com cobre (ligas metálicas), no sentido de aumentar a quantidade de dinheiro em circulação (o equivalente ao actual Quantitative Easing) — uma vez que a quantidade de ouro disponível já não era suficiente para alimentar a máquina de guerra romana, e/ou para pagar os privilégios dos cidadãos em Roma e os vícios das elites.

Ora, o povo não é burro: quando as ditas “moedas de ouro” passaram a ter apenas uma pequena percentagem de ouro, o valor da moeda romana diminuiu e a inflação sistémica disparou em todo o império romano. Trata-se aqui, também, de uma questão psicológica.

Quando os bárbaros invadiram o império, já não havia, em Roma, uma economia suficientemente forte para sustentar os esforços militares de repressão da invasão.

Roma estava já tecnicamente falida, ainda antes da invasão dos bárbaros.

invasao-barbaros-web


Aconselho a visualização deste vídeo no YouTube: “The END of America? Peter Schiff Gives His Forecast”.

Os Estados Unidos vão ter que rever (teoricamente) as suas práticas democráticas, se o país quiser sobreviver.

E essa “revisão” implicará medidas drásticas, que poderão tornar legítimos (se bem que, ainda assim, ilegais) alguns assassinatos “anónimos” de proeminentes políticos de Esquerda. Não me admiraria absolutamente nada que, por exemplo e entre muitos outros, George Soros levasse brevemente um tiro na cabeça. Irá (provavelmente) aumentar um certo tipo de repressão política “não-oficial”, que é aquela que não existe na Constituição mas que existe na prática política quotidiana.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s