Se houve uma histeria que é justificável, há que rectificar agora, e imediatamente

«André Dias, PhD., Doutorado em Modelação de Doenças Pulmonares pela Universidade de Tromso, na Noruega, afirma, apoiado em estatísticas, que o pico da gripe sazonal mata cerca de 650.000 pessoas por ano ao passo que o Covid-19 só matou até 21 de Abril de 2020, 172.500 pessoas.»

Mesmo que os números supra-mencionados sejam verdadeiros, há que ter em conta o seguinte:

Em primeiro lugar, o vírus da China “só matou 172.500 pessoas” porque — certamente — foram tomadas medidas de restrição do alastramento da pandemia. Se não tivesse existido qualquer tipo de restrição de contacto social, as mortes seriam provavelmente em muito maior número.

Em segundo lugar, o que é assustador, do ponto de vista psicológico, é o facto de não existir um tratamento para o covid19, e não existir uma vacina.

O facto social e estatístico — segundo o qual “a gripe sazonal mata cerca de 650.000 pessoas por ano” — torna-se irrelevante do ponto de vista psicológico nas massas, não só porque a gripe sazonal tem tratamento médico reconhecido, mas também porque existe uma vacina para a gripe sazonal.

Em terceiro lugar, a capacidade de contágio do covid19 é (pelo menos) três vezes superior à da gripe sazonal.

Em quarto lugar, estávamos (em Fevereiro) perante uma nova estirpe de um vírus (o medo do desconhecido que faz parte da Natureza Humana), o que pode justificar (até certo ponto) a precaução histérica das autoridades e dos me®dia. Em Fevereiro não sabíamos se o covid19 iria “só” matar 172.500 pessoas. É muito fácil falar depois dos factos se verificarem.

O importante, agora, é rectificar imediatamente as políticas seguidas até agora.

covid19-web

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s