Não devemos confundir “indivíduo” e “pessoa moral”

perspectivas

Já não bastava o espírito anticientífico que ilumina a actual Esquerda, e vem agora alguém que se diz da Direita tentar eliminar as categorias da Realidade e, (tal como faz o Bloco de Esquerda), reduzindo toda a Realidade a um nominalismo radical.

liberalismoÉ esta “direitinha” que alimenta o progresso da Esquerda.

A ideia estúpida, dita “liberal”, segundo a qual “a acção individual é independente do colectivo” (nominalismo radical) conduziu-nos (não só, mas também) ao actual estertor do liberalismo político.

A defesa — feita pelo Bloco de Esquerda e afins — da anomia e do isolamento do indivíduo face ao Estado (o nominalismo aplicado à política: ver “Vontade Geral” de Rousseau) é corroborado por “liberais” que tratam de enterrar o liberalismo político com o mesmo afã com que o fazem os inimigos da liberdade. Só que estes ditos “liberais” são os idiotas úteis do processo político totalitarizante.

View original post mais 204 palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s